A musculação é eficaz para perder massa gorda?

A resposta a esta questão é claramente sim! A junção do treino com resistências ao treino cardiovascular representa uma vantagem adicional nas alterações da composição corporal. Inúmeros estudos científicos o comprovam, como o estudo de Wallace (1997), que comparou um grupo de controlo, que realizava treinos de 60’ (30’ de bicicleta e 30’ de passadeira, 60-70% Fc reserva) e um grupo experimental que realizava o mesmo treino cardiovascular combinado com treino com resistências (8 exercícios, 4 séries de 8-12 reps) e verificou que o segundo grupo perdeu nas 14 semanas do estudo mais massa gorda do que o grupo de controlo (6,92% Vs 1,36%).

Outra noção actual é a de que as formas tradicionalmente prescritas de treino de musculação e de treino aeróbio têm efeitos equivalentes na perda de gordura corporal, sendo que a musculação tem a vantagem de permitir uma manutenção ou aumento da massa muscular e da taxa metabólica de repouso (relacionada com número de calorias que o nosso organismo gasta em repouso). Adicionalmente o treino de força aumenta a oxidação de gorduras pós-treino (Gillette et al., 1994).

O emagrecimento promovido pelo treino de musculação iguala (podendo em alguns casos superar) o promovido pelo treino aeróbio, o que alicerça a conclusão de que o treino mais eficaz para a perda de massa gorda deve combinar treino cardiovascular (intervalado e de média/ alta intensidade) e treino de força (com cargas não muito baixas).

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.